A Microsoft não comunicou a mensagem de forma clara e diferentes interpretações de meios de comunicação, especialistas e utilizadores ditaram uma certa confusão no que aos “valores” do Windows diz respeito. No dia em que o Windows 10 começa a ficar disponível, o TeK esclarece quem tem direito ao sistema operativo de graça e quem tem de pagar por ele.

 

Quem tem o Windows 10 de graça
- Todos os elementos do programa Windows Insider que instalaram a versão de testes do Windows 10 e que concordaram em manter a sua cópia dentro deste grupo de “cobaias”;
- Todos os utilizadores que tiverem licenças válidas do Windows 7, Windows 8 ou Windows 8.1, isto é, todos os que têm uma destas versões do sistema operativo instalado num computador ou tablet; a atualização terá de ser feita nos primeiros doze meses para que seja gratuita e vitalícia, tal como confirmaram os executivos da Microsoft Portugal durante a apresentação do Windows 10;
- quem comprar um computador com Windows 8.1 nos próximos meses poderá também migrar gratuitamente e vitaliciamente para o Windows 10; o prazo começa a contar a partir do momento em que é ativada a cópia do Windows no dispositivo, valendo o mesmo periodo de doze meses;
- o Windows 10 só é válido nas condições atrás referidas para os consumidores finais, isto é, na versão Windows 10 Home;

 

Quem tem de pagar pelo Windows 10
- Os utilizadores com as versões Windows Vista, Windows XP ou anteriores terão de pagar pela nova versão do Windows; a compra da licença tanto pode ser feita online ou através de uma cópia física que estará disponível nos retalhistas;
- Todos os utilizadores do Windows 7, Windows 8 e Windows 8.1 que deixarem passar o período de doze meses no qual o update é gratuito; após o término do prazo será preciso pagar pelo Windows 10;
- Utilizadores que têm cópias piratas do Windows, independentemente da versão, não poderão usufruir da atualização gratuita;
- Todos os utilizadores de outros sistemas operativos que queiram migrar para o Windows, sem comprar uma máquina nova, terão de adquirir uma licença do Windows 10;
- Todas as empresas terão de pagar pelo Windows 10; o modelo de negócio é diferente e é feito, normalmente, através de contratos que garantem um X número de instalações e outros serviços;

 

Quanto vai custar o Windows 10?
A Microsoft Portugal disponibilizou os seguintes dados ao TeK relativamente ao preço das licenças:

- Windows 10 Home: 139 euros
- Windows 10 Pro Pack: 159 euros
- Windows 10 Pro: 279 euros

As versões físicas do Windows, em pen USB ou em disco, poderão ser encontradas nos retalhistas nacionais a partir do dia 20 de agosto.

Destaque para um último dado relevante para os consumidores. Nos dias 29, 30 e 31 de julho a Microsoft vai ter equipas em diferentes lojas de retalhistas que ajudarão os utilizadores na atualização do sistema operativo para o Windows 10. O serviço é gratuito.

Está também prevista uma ação semelhante, ainda que temporária, durante o período de regresso às aulas. A Microsoft Portugal adiantou que fora destes períodos será possível fazer a atualização nos retalhistas, mas que o serviço terá um custo mínimo de 19 euros.


Veja ainda o novo Windows 10 em imagens:

Rui da Rocha Ferreira

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.