O mês de agosto trouxe algumas novidades no que diz respeito às quotas de mercados dos sistemas operativos para computadores. Apesar de as posições se manterem relativamente ao mês de julho, são as mudanças nas taxas de utilização que fazem a diferença.

Pelo segundo trimestre consecutivo o Windows 7 e o Windows 8 conseguiram aumentar quota de mercado em simultâneo. Continua difícil a vida do mais recente sistema operativo da Microsoft que não consegue recuperar terreno, muito menos destronar, o Windows 7.

O Windows 8 cresceu 2,01% pontos percentuais, registando agora 7,41% da quota de mercado e o terceiro lugar dos software mais usados. Na segunda posição aparece o Windows XP que perdeu quase quatro pontos percentuais relativamente a julho, tendo atualmente 33,66%. No primeiro lugar continua destacado o Windows 7 que cresceu mais de um ponto percentual para os 45,63%.

[caption]Nome imagem[/caption]

O Mac OS X 10.8 e o grupo dos "Outros" sistemas operativos, onde se integram as distribuições Linux por exemplo, aumentaram residualmente as suas quotas.

A pouco mais de um mês do lançamento do Windows 8.1 o Windows 8 conhece um dos maiores crescimentos desde que foi lançado, mas continua muito longe dos valores que a Microsoft certamente desejaria. O Windows 7 dificulta a vida a qualquer nova versão, continuando a ganhar quota de mercado a menos de um ano de perder o suporte oficial da tecnológica norte-americana.

Nos próximos dados da Net Applications será de relevância verificar se o Windows 8.1 já aparece nas taxas de utilização, visto que as versões preview e RTM já estão disponíveis para instalação, sendo que a versão de fabricantes implica um download ilegal.

O lançamento mundial está marcado para o dia 18 de outubro.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.