A Release to Manufacture é a versão do software que no final de agosto já tinha seguido para fabricantes e integradores, que assim podem trabalhar na integração do upgrade nos seus produtos e garantir que à data de lançamento do sistema operativo estarão disponíveis no mercado computadores com a release mais recente do produto.



No início da semana, a versão RTM ficou também disponível para programadores e utilizadores técnicos e o número de downloads realizados desde então superou as expectativas da empresa. Os dados foram revelados por Tami Reller, vice-presidente de marketing da Microsoft, numa intervenção durante o Intel Developer Forum.



A responsável usou-os para frisar que as empresas estão finalmente a abandonar o Windows XP e a migrar os seus sistemas para alternativas mais modernas, onde a Microsoft inclui não apenas o Windows 8, mas também o Windows 7. Não foram revelados detalhes que permitissem perceber exatamente como se divide essa adoção entre os dois produtos.



Certo é que a decisão de migar para versões mais modernas do Windows é também uma reação ao roadmap fixado pela fabricante, que já no próximo ano deixa de garantir suporte e atualizações de segurança para o Windows XP.



Citada na imprensa internacional, a Tami Reller garantiu ainda que a Microsoft vai incorporar no Windows 8.1 todos os contributos úteis para melhorar a primeira grande atualização à versão 8 do seu sistema operativo, acrescentando ainda que a atualização será um marco importante na evolução do produto e na capacidade de agradar a todos os que não ficaram satisfeitos com as grandes mudanças integradas na versão 8.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.