O Windows da Microsoft alcançou a liderança do mercado de sistemas operativos para servidores no terceiro trimestre deste ano, cujas vendas cresceram impulsionadas pelos servidores de volume, que custam menos de 21 mil euros. O mercado mundial de servidores cresceu 8,1 por cento no terceiro trimestre, situando-se nos 10,5 milhões de euros face ao ano passado, revela a IDC.

O Windows alcançou pela primeira vez a liderança no mercado mundial de servidores com as receitas a crescerem cerca de 18 por cento, para os quatro mil milhões de euros no terceiro trimestre. Segundo a IDC, a Microsoft conseguiu generalizar a venda do seu sistema operativo devido à crescente utilização dos servidores para suportarem trabalhos e consolidarem projectos.

As receitas dos servidores Linux cresceram em 34 por cento, valor superior ao verificado no trimestre anterior enquanto a venda de servidores Unix baixou menos de um por cento, para os 3,3 mil milhões.

Em relação a fabricantes de hardware, a IBM mantém a liderança da tabela, com cerca de 28 por cento do mercado. A Hewlett-Packard alcança a segunda posição da tabela, com 28 por cento do mercado, seguida da Dell com 10,5 por cento. A Sun Microsystems desceu para quarto lugar no terceiro trimestre com 8,7 por cento depois de ter permanecido à frente da Dell durante vários anos.

O crescimento das receitas foi relevante na área do mercado que abrange os servidores de volume que custam menos de 25 mil dólares, sendo os servidores de gama média para empresas (entre 25 mil e 499 mil dólares) os que registaram maior redução nas vendas.

Notícias Relacionadas:
2005-09-14 - Sun Microsystems lança nova gama de servidores SunFire x64

2004-05-26 - Vendas de servidores Linux estimulam crescimento global do sector

2004-03-02 - Mercado mundial de servidores cresce 11,4% entre Outubro e Dezembro

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.