Mais de 84 mil sites terão sido encerrados acidentalmente por ordem das autoridades norte-americanas, no âmbito de uma operação contra a pornografia infantil online.

Entre os cerca de dez domínios bloqueados na sequência da "operação protejam as nossas crianças" encontrava-se também o moon.com, onde se encontravam alojados cerca de 84 mil sites, a maior parte páginas pessoais ou de pequenas empresas.

Os utilizadores não só se viram privados dos seus sites, como confrontados com o facto de todos os internautas que a eles tentassem aceder serem reencaminhados para um "aviso" sobre a previsão do crime de pedofilia e notificação de que o site estava sob investigação.

"A publicidade, distribuição, envio, recepção e posse de pornografia infantil constitui crime federal punido, para não reincidentes, com penas até 30 anos de prisão, multas de 250 mil dólares", descrevia a mensagem mostrada.

De acordo com a imprensa internacional, a acção teve lugar ao abrigo de um novo procedimento, que permite solicitar ao tribunal o bloqueio de domínios Web sem que os suspeitos saibam que contra eles decorre um processo, sendo a autorização judicial dada sem que estes sejam antes ouvidos, o que tem contribuído para a polémica em torno do caso.

A acção, que terá sido levada a cabo na passada sexta-feira mas só nos últimos dias chegou à imprensa, terá deixado alguns sites legítimos inacessíveis durante três dias, avançam os meios especializados, que relatam o descontentamento dos visados.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.