A Amazon continua a aumentar o nível de concorrência com as suas rivais à medida que vai encontrando novas formas de comercializar os seus produtos. Agora desvendou um novo meio de venda através de telemóveis, mais concretamente, por SMS.



O serviço TextBuylt, que entrou em vigor ontem, permite que os consumidores escrevam o nome do produto que querem comprar no seu telemóvel, o número do código de barras ou o ISBN do mesmo, enviando-o para o número 262966, o equivalente a escrever Amazon em modo de escrita inteligente.



Caso os números ou a descrição do produto tenha sido correctamente inserida, os sistemas da Amazon enviam uma resposta para o utilizador com dois resultados para aquele tipo de produto. A seguir, o utilizador pode optar por comprar um dos produtos, escrevendo um SMS de volta com os números "1" ou "2", dependendo de qual quer adquirir, ou pode pedir mais opções, enviando uma mensagem escrita com o texto "M".



Depois de efectuada a escolha, a Amazon solicita que os utilizadores enviem nova mensagem onde inserem o número de conta na loja, o email e a morada para onde o produto deve ser enviado.



A partir deste processo, o utilizador recebe um email de confirmação de compra e pode acompanhar o estado do pedido através do site da Amazon.



Por enquanto este serviço estará apenas disponível nos Estados Unidos não se sabendo se será alargados a outros países no futuro.




Recorde-se que em Portugal a Vodafone tem a funcionar um serviço de pagamentos móveis de compras realizadas na Internet, que tira partido do serviço TeleMultibanco e que por enquanto só foi aplicado na livraria virtual Webboom.




Notícias Relacionadas:

2008-01-11 - Músicas da Sony BMG livres de DRM na Amazon

2007-12-27 - Natal de 2007 traz melhores vendas de sempre para a Amazon
2007-12-24 - Webboom.pt duplica vendas face a 2006

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.