Reduzir a necessidade de os internautas terem passwords: é este o objetivo da FIDO Alliance, que conta agora com um novo membro do conselho. A Apple foi adicionada esta terça-feira ao site oficial da associação e identificada como board member, o que pode significar mudanças em breve na forma de autenticação dos utilizadores em equipamentos e serviços.

Foi na semana passada que a empresa da maçã assinou o protocolo, mas, aparentemente, ainda não estaria pronta para o anunciar, depois de tweets de uma conferência da FIDO Alliance terem sido eliminados. Na altura, o site francês MacG publicou a fotografia, que apontava a Apple como novo membro do conselho.

Estes são os piores exemplos do mundo quando se trata de usar passwords
Estes são os piores exemplos do mundo quando se trata de usar passwords
Ver artigo

Agora é oficial e a empresa fundada por Steve Jobs junta-se a outras gigantes tecnológicas. A Microsoft, Amazon, Google, Intel e Samsung são algumas delas, numa associação que conta ainda com empresas financeiras de reputação como a Mastercard.

Fundada em 2012 pela PayPal, Lenovo, Nok Nok Labs, Validity Sensors, Infineon e Agnitio, a associação pretende criar soluções abertas com padrões "mais seguros do que as passwords e mais fácil de serem implementadas e geridas pelos provedores de serviços", pode ler-se no site oficial.

Para combater problemas como o esquecimento ou reutilização de passwords, as propostas da associação são várias: Através dos serviços da FIDO, os utilizadores podem recorrer ao reconhecimento facial, às impressões digitais, à voz ou uma chave de segurança para fazer log in nas várias contas, isto através dos equipamentos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.