A Comissão Europeia apresentou hoje uma proposta para o investimento em infra-estruturas de banda larga e de energia. A proposta, que concretiza os objectivos e as prioridades genéricas previstas no plano de recuperação da economia europeia, aborda objectivos estratégicos como a segurança energética.

Segundo a CE, todos os estados-membros beneficiarão do pacote de medidas orçamentadas em 5 mil milhões de euros. Durão Barroso, Presidente da Comissão, explica que é necessário "colher os devidos ensinamentos da recente crise do gás e investir fortemente no sector energético".

O pacote de estratégias apresentadas inclui uma proposta de regulamento destinada a conceder ajuda comunitária a projectos estratégicos no âmbito da energia. Aqui é esperado um orçamento de 3,5 mil milhões de euros para três projectos: investimento na captura e fixação de carbono, infra-estruturas eólicas marítimas e iniciativas de interconexão de gás e electricidade.

No que se refere à banda larga, a Comissão pretende utilizar mil milhões de euros para ampliar e melhorar as ligações de Internet de alta velocidade nas áreas rurais. Estes fundos são aplicados através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Rural para diminuir a percentagem actual de espaços remotos sem acessos (30% das zonas rurais europeias).

Os restantes 500 mil euros serão destinados a novos desafios identificados pela Política Agrícola Comum: alterações climáticas, energias renováveis, gestão de água, biodiversidade e reestruturação de produtos lácteos.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.