Até ao dia 25 de novembro eram já 1.735 os internautas portugueses que exerceram o direito a ser esquecido – ou seja, pediram para que links de conteúdos onde o seu nome ou imagem estavam associados fossem ocultados dos motores de busca europeus da empresa.



Ao todo os pedidos têm relação direta com 7.364 hiperligações, querendo isto dizer que cada pessoa pede em média a remoção de quatro conteúdos.



Apesar dos pedidos feitos, a Google faz primeiro uma avaliação dos casos e no que diz respeito aos valores nacionais, a tecnológica norte-americana apenas aprovou 24,2% das requisições: 1.513 URLs relacionados com internautas portugueses estão neste momento ocultos das versões europeias do Google.



De acordo com dados oficias da empresa, 4.749 links não foram removidos. A diferença entre o número total de hiperligações envolvidas nos pedidos e os links já processados está relacionada com o facto de a Google ter pedido informação adicional sobre alguns casos, estando ainda a fazer a avaliação dos mesmos.



O formulário que os internautas devem preencher para fazer o pedido de “esquecimento” ficou disponível nos últimos dias de maio. Quer isto dizer que em média a Google recebe de Portugal 289 pedidos de remoção de conteúdos.



Na última contagem publicada pelo TeK, na primeira metade de outubro, 1.482 pessoas já tinham exercido o direito a serem esquecidas – e olhando para as médias, é possível concluir que o número de requisições feita à tecnológica neste sentido está a diminuir.



Ao todo já 174 mil pessoas pediram que alguma hiperligação já fosse removida do Google, tendo a empresa avaliado mais de 600 mil hiperligações para o efeito.



Isto numa altura em que a Google volta a estar debaixo de fogo por parte dos reguladores europeus para a área da privacidade. De acordo com o Grupo de Trabalho do Artigo 29, o direito a ser esquecido deve ser aplicado mundialmente e não apenas nas versões europeias do Google: pois neste caso, os resultados dos internautas portugueses continuam a aparecer no Google.com ou Google.jp – do Japão -, por exemplo.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.