Agosto será o mês em que o número de máquinas ligadas à Internet irá ultrapassar a marca dos cinco mil milhões. As previsões são de uma consultora que calcula também que, se o ritmo de crescimento se mantiver nos próximos anos, haverá 22 mil milhões de máquinas ligadas à grande rede em 2020.

O crescimento previsto pela IMS Research tem em conta o cada vez maior número de dispositivos móveis conectados, não tanto pelos computadores tradicionais, e nomeadamente por máquinas ligadas a outras máquinas por redes inteligentes, por exemplo, para fornecimento da energia eléctrica.

Para a consultora o número de ligações à Internet teve duas ondas de crescimento. A primeira, relacionada com os computadores e com os notebooks, responde actualmente por mil milhões de ligações, mas já atingiu uma certa maturidade e apresenta taxas de crescimento estáveis.

A segunda onda de crescimento foi impulsionada pelos telemóveis e pelos novos dispositivos portáteis, onde se incluem tablets e leitores de ebooks, que mostram ritmos de crescimento muito mais elevados e serão os grandes responsáveis pela subida dos valores.

Televisores e carros serão outro exemplo da diversidade de dispositivos que contribuirão para que em 2020 existam mais de 22 mil milhões de máquinas ligadas à grande rede.

O aumento do número de conexões leva a que o protocolo de Internet tenha que ser renovado periodicamente. Os dados mais recentes dão conta de que o espaço reservado à atribuição de novos endereços de Internet sob o actual protocolo (IPv4) poderá esgotar-se até Abril de 2012.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.