A Comissão Europeia avançou hoje com uma comunicação que dá pistas sobre a orientação politica que a Europa deve seguir no combate ao cibercrime.
A comunicação defende uma acção coordenada de esforços entre Estados-membros, polícias e privados para combater um fenómeno que tem aumentado os seus impactos na mesma medida do sucesso da Internet.



O documento também prevê a realização de acções que culminem numa melhor percepção dos custos e dos perigos desencadeados pela expansão e sofisticação das actividades de cibercrime.



Na comunicação a CE anuncia que estas actividades vão ajudar a preparar um enquadramento legal europeu mais coerente, que terá como objectivo servir de base a um sistema mais organizado de luta ao crime informático. Importa no entanto referir que as leis operacionais nesta matéria manter-se-ão da responsabilidade de cada Estado-membro.



"O carácter transfronteiriço deste novo tipo de crime torna óbvia a necessidade de cooperação e coordenação internacional. Os recentes ataques coordenados e orientados aos sistemas informáticos de Estados-membros reforçam a necessidade de uma acção coordenada", sublinha o comunicado da CE.



Notícias Relacionadas:

2006-11-30 - Conselho da Europa apela à cooperação entre Estados no cibercrime

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.