A Sony apresentou ontem um serviço de música online que irá contar com 500 mil faixas de música disponíveis para download. Cada faixa individual será cobrada a 99 cêntimos - o mesmo preços que a Apple fixou para o bem sucedido iTunes - enquanto os álbuns vão custar 9,95 dólares.



O Sony Connect funciona de forma semelhante aos serviços concorrentes, permitindo aos utilizadores comprar músicas e fazer o seu download para leitores de música portáteis, sendo também possível ouvir músicas copiadas para CDs, detalha um comunicado de imprensa.



Questionado acerca das parecenças entre o seu serviço de música e outros já disponíveis no mercado, Jay Samit, director geral da empresa, adiantou em conferência de imprensa, que o objectivo da Sony Connect não é roubar utilizadores aos restantes serviços de música, mas sim contribuir para a expansão do mercado de venda de música online legal, escreve a Reuters.



O serviço da Sony, tal como o iTunes da concorrente Apple, funciona apenas no seu próprio hardware, levando a empresa a reforçar as estimativas de vendas para o famoso Walkman, lançado há mais de 20 anos e por diversas vezes actualizado com novas tecnologias. A empresa japonesa, que para já disponibiliza o serviço de música online só nos Estados Unidos, acredita que impulsionado pelo lançamento do Connect, o Walkman deverá este ano acumular vendas de 7 milhões de unidades nos Estados Unidos (até agora foram vendidas 2,5 milhões de unidades).



Em simultâneo com a apresentação do serviço a Sony lançou também um novo modelo de Walkman, o Hi MD, com capacidades de armazenamento reforçada, refere o mesmo comunicado. Até ao final do ano a empresa disponibilizará novos dispositivos compatíveis com o Connect que encaixam num intervalo de preços entre os 60 e os 400 dólares.



Para os analistas a entrada tardia da Sony no mercado de música online pode comprometer o sucesso do seu serviço. Por um lado, o Sony Connect enfrenta a concorrência da Apple - que detém actualmente uma quota de 70 por cento sobre todas as músicas vendidas online de modo legal - e por outro a Microsoft.



A empresa de Bill Gates está também a posicionar-se para lançar um serviço idêntico e com o recente update ao seu software de direitos de autor para música e vídeo garante a compatibilidade com novos formatos e serviços, aumentando concorrência ao Sony Connect, ao iTunes e a outros serviços desenhados para hardware próprio.



Notícias Relacionadas:

2003-09-14 - Serviço de música online da Sony deve estrear na Europa na Primavera

2003-06-16 - Sony disponibiliza música online para utilizadores do Reino Unido

2003-04-29 - Apple disponibiliza downloads de música ao preço único de 99 cêntimos por faixa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.