O volume de músicas descarregadas a partir da Internet de forma legal está a aproximar-se do volume de downloads ilegais e a breve prazo irá ultrapassar os serviços piratas.



De acordo com um estudo recente da Entertainment Media Research, 35 por cento dos consumidores de música online usam já hoje serviços legais para adquirir a sua música, um número que tem tendência a aumentar e ultrapassar, a breve prazo, os 40 por cento que continuam a optar pela utilização dos serviços ilegais.



O aumento da utilização de serviços legais está intimamente ligado aos receios dos utilizadores em serem confrontados com a justiça ou alvos de vírus, geralmente associados às redes de partilha de ficheiros. Da mesma forma os consumidores reconhecem a falta de qualidade dos serviços de música ilegais.



O estudo indica que dois terços dos 4000 consumidores inquiridos valorizam a disponibilidade imediata da faixa pretendida nos serviços de música legais e apontam esta razão como critério de decisão, avança ainda o 2006 Digital Music Survey, citado pela Reuters.



Notícias Relacionadas:

2005-04-11 - Espanha desenvolve plano transversal contra a pirataria


2004-03-10 - Directiva para direitos de autor e pirataria aprovada no Parlamento Europeu

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.