O Ministério espanhol da Indústria, Turismo e Comércio recebeu esta terça-feira uma petição com mais de 275 mil assinaturas, exigindo a redução do preço do ADSL.

As assinaturas foram recolhidas pela plataforma "Por un ADSL más barato" no espaço de uma semana e, além de exigirem a descida dos preços da tecnologia para valores mais coincidentes com o nível de vida no país, pedem ainda que a banda larga seja considerada serviço universal, de modo a diminuir o fosso digital existente em Espanha.

Solicita-se também velocidades de upload e download que permitam aceder à Internet em condições equiparadas às oferecidas no resto dos países europeus, "sobretudo em locais onde a telefónica opera através da sua filial O2", assim como uma maior qualidade de serviço que garanta a disponibilidade e acesso de qualquer cidadão, refere o El Mundo, citando os responsáveis pela iniciativa.

"Espanha ocupa há vários anos as últimas posições da Europa na banda larga", ao mesmo tempo que as análises da Comisión de Mercado de las Telecomunicaciones (CMT), regulador espanhol para a área das telecomunicações,"indicam que a Telefónica é a operadora mais cara de toda a Europa", acrescentam os promotores da plataforma "Por un ADSL más barato".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.