Chama-se
Featured Artists Coalition (FAC) e entre os seus 140 membros conta com vários nomes sonantes do meio musical, reunidos com o objectivo defenderem os seus direitos e participarem nas grandes decisões ligadas à indústria, nomeadamente as relativas ao mundo digital.

Artistas como Radiohead, Kaiser Chiefs, Blur, Robbie Williams e Annie Lennox pretendem dar voz e cara a algumas questões, como o facto de muitos contratos não contemplarem os royalties gerados pela venda das suas produções nas plataformas online.

Entre os aspectos referidos durante a reunião inaugural, realizada esta quarta-feira, 11 de Março, destaque para uma tomada de posição relativamente às propostas de lei que pretendem criminalizar o download ilegal de músicas, como acontece na França e no Reino Unido, com o grupo a votar maioritariamente contra a abertura de processos judiciais por esse motivo.

Segundo Billy Bragg, as medidas proteccionistas adoptadas pela indústria musical equivalem a “colocar a pasta de dentes outra vez no tubo”. “Os artistas deviam ser titulares dos direitos e decidirem quando a sua música pode ser usada gratuitamente e quando é preciso pagar por ela”, referiu o músico à imprensa.

A coligação pretende também que empresas como o YouTube e o MySpace remunerem os músicos sempre que usem os seus temas em publicidade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.