O FBI contactou pelo menos dois Web sites para lhes pedir que parem de exibir o vídeo da morte do jornalista Daniel Pearl, do Wall Street Journal, noticiou a Associated Press.

Sandra Carrol, agente especial do FBI em Nova Iorque, afirmou que estes sites foram convidados a remover este vídeo voluntariamente "por consideração à família de Pearl", e acrescenta "pelo que eu sei maior parte deles já o fizeram". A agente recusou identificar quais os sites contactados mas referiu que foram poucos. O único nome mencionado foi o do site ogrish.com, que mostra uma série de imagens macabras.

Quando contactado, um responsável pelo site, afirmou que o FBI já tinha falado com a empresa de alojamento de sites Prohoster no sentido de os informar que iriam ser processados por terem divulgado as imagens do assassínio. Para este responsável "não houve outra alternativa senão apagar o vídeo...vivemos num mundo censurado".

Pearl desapareceu a 23 de Janeiro em Karachi, no Paquistão, enquanto investigava possíveis ligações entre os radicais paquistaneses e Richard C. Reid, preso em Dezembro num voo de Paris para Miami com explosivos nos sapatos.

Um arrepiante vídeo de três minutos foi entregue aos oficiais americanos em Karachi a 21 de Fevereiro com imagens da morte de Pearl. Steve Goldstein, porta voz do Dow Jones e proprietário do Wall Street Journal, explica que "quando a família nos informou que tinha visto o vídeo num Web site, passámos a informação às forças da lei".

Notícias Relacionadas:
2002-01-21 - Conteúdos online podem ajudar a preparar novos ataques nos USA

2001-11-20 - FTC considera suspensão de sites de soluções enganosas contra bioterrorismo

2001-09-21 - FBI conseguiu ter acesso a emails dos terroristas

2001-09-20 - Notícias sobre atentados e Nostradamus em primeiro lugar nas ciberpesquisas

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.