Na última noite e madrugada, 50 engenheiros informáticos monitorizaram 14 milhões de apostas realizadas durante a final do Super Bowl, a partir dos escritórios da Blip no Porto. As apostas foram feitas numa plataforma também desenvolvida pela tecnológica de origem portuguesa, que durante a final da liga de futebol americano teve um nível de utilização muito superior à média.

A empresa revela agora que as apostas realizadas em torno do jogo que opôs os Kansas City Chiefs aos San Francisco somam um valor próximo dos 300 milhões de euros para a Flutter. Mais precisamente, o valor aplicado em apostas neste período foi de 287 milhões de euros.

A tecnológica de origem portuguesa pertence ao grupo Flutter Entertainment, um dos maiores do mundo no sector das apostas desportivas, gaming e entretenimento online. Neste projeto trabalhou com a Fan Duel, uma das quatro marcas do grupo, que tem uma quota de cerca de 51% no mercado de apostas desportivas online americano.

Clique nas imagens para mais detalhes

Embora com a colaboração de outros escritórios da Flutter Entertainment, foi na Blip que se fez quase toda a preparação tecnológica deste evento. Este domingo, a operação de monitorização começou às 21h e estendeu-se até às 4h da manhã desta segunda-feira. Antes disso, um Game Day já tinha permitido testar se estava tudo operacional para o grande dia. Neste teste de fogo simulado, a plataforma foi sujeita ao dobro das apostas e de utilizadores estimados para se verificar a consistência da resposta.

“Com base no padrão de atividade do utilizador real, podemos prever o impacto de cada serviço na atividade do utilizador. Com estes dados, e utilizando uma ferramenta de teste de carga, podemos construir um cenário de uma hora de pico projetada no nosso ambiente de produção, simultaneamente em todos os estados”, explica Francisco Ribeiro, head of Technology da empresa sediada no Porto.

“Com isto, pretendemos verificar como a plataforma se comporta tanto nos serviços específicos do Estado como nos serviços globais, detetar quaisquer estrangulamentos e atuar imediatamente sobre eles”.

Para Francisco Ribeiro, os números finais apurados para o dia de ontem “ refletem a grandeza deste evento e a sua importância para a Flutter Entertainment e em particular para a Blip, que foi capaz de desenvolver uma plataforma estável e que proporciona aos utilizadores uma grande experiência”.

O responsável também sublinha que embora a Fan Duel opere “num dos mercados tecnológicos mais fortes, competitivos e inovadores do mundo, como é o dos Estados Unidos, continua a apostar no talento e no crescimento da Blip, graças ao bom trabalho que aqui temos desenvolvido”.

A Blip existe desde 2009. Foi comprada pela Betfair em 2012. A Flutter Entertainment só nasceu anos depois, na sequência de várias fusões e aquisições. No início deste ano, em janeiro, passou a ser uma empresa cotada na bolsa de Nova Iorque. O Porto e a Blip continuam a ser um dos principais hubs tecnológicos do grupo com mais de 700 colaboradores.

Nota de redação [20:05]: A notícia foi alterada, nomeadamente no número de apostas monitorizadas pela Blip, porque a empresa corrigiu os dados disponibilizados esta manhã.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.