O Firefox vai passar a bloquear um conjunto de plug-ins considerados pouco seguros ou com forte influência na (má) experiência de utilização do browser. A lista de bloqueios estreia-se com versões não estáveis ou desatualizadas do Java e estende-se posteriormente ao Silverlight da Microsoft, ao Adobe Reader e às versões mais recentes do Java.



A versão mais recente do Flash Player da Adobe escapa à filtragem, que a Mozilla explica assim: "plug-ins de terceiros com um design pobre são a causa número um dos crashes no Firefox e podem degradar fortemente a experiência web", explica Michael Coates, diretor de segurança.



No mesmo texto o responsável defende que a desativação dos plug-ins identificados como prejudiciais ao funcionamento otimizado do browser fica a cargo da funcionalidade Click to Play, a mesma que permite ao utilizador fazer ajustes às decisões automáticas e que a prazo deverá ser aplicada a todos os plug-ins.



Até agora o Firefox carregava de forma automática todos os plug-ins solicitados por cada página de Internet aberta pelo utilizador. Com a alteração, a nova funcionalidade passa a funcionar como uma espécie de centro de gestão, a partir do qual é possível reativar plug-ins para usar em páginas específicas de Internet ou para usar sempre que o utilizador está a navegar na Internet.



"Esta mudança vai ajudar a melhorar a performance e estabilidade do Firefox, para além de trazer grandes benefícios ao nível da segurança, ao mesmo tempo que garante maior controlo dos nossos utilizadores sobre os plug-ins", explica ainda Michael Coates.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Cristina A. Ferreira

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.