Há muito que o fim do Orkut se antecipava, pensando-se que seria apenas uma questão de tempo, já que o serviço, lançado em 2004, nunca chegou a ser um verdadeiro êxito, excetuando em mercados como o Brasil e a India.

A partir desta segunda-feira, a rede social não aceita novos registos, mas continuará a funcionar normalmente para os utilizadores existentes, até à data de encerramento oficial, permitindo, por exemplo, exportar álbuns de fotos para o Google+.

Num prazo mais prolongado no tempo - até setembro de 2016 -, os utilizadores também vão poder exportar os dados e conteúdos da conta do Orkut para os seus PCs, usando a ferramenta Google Takeout, avisa a equipa da Google.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.