A próxima vez que abrir o Twitter e vir na parte superior uma mensagem de uma empresa ou marca portuguesa, que pode até nem seguir, então possivelmente a Live Content esteve envolvida nesse processo. A empresa conseguiu garantir a exploração exclusiva da plataforma de anúncios do Twitter em Portugal.



O Twitter Ads só está a funcionar desde segunda-feira, 8 de setembro, mas a portuguesa Live Content já conseguiu angariar dois contratos. Não foram revelados nomes sobre quais as marcas que em breve vão tirar partido da nova ferramenta publicitária, mas o diretor executivo da empresa, Domingos Guimarães, revelou ao TeK que existem mais "nomes grandes" interessados.



No primeiro ano o objetivo da Live Content passa por conseguir trazer as grandes empresas para a plataforma, uma estratégia que terá repercussões ao nível do número de utilizadores no mercado nacional. “Acredito que o Twitter em Portugal vai crescer, sobretudo através de novas parcerias”, explicou o CEO.



Foi o próprio Twitter quem veio ter com a Live Content, entidade especializada na gestão e monitorização de atividades nas redes sociais, para que fizesse o controlo da plataforma de anúncios. Boas referências internacionais e o facto de a empresa lisboeta conhecer bem a plataforma foram fatores críticos para assegurar o contrato. “Nós somos o Twitter em Portugal”, sentenciou o porta-voz.



As empresas interessadas em publicitar no Twitter vão podê-lo fazer em dois moldes: através de um sistema de leilões, como já é habitual na área da publicidade, ou comprando a promoted trend, a mensagem que vai aparecer no topo da timeline de uma grande parte dos utilizadores. A promoted trend tem um custo de 4.000 euros, mas Domingos Guimarães não conseguiu definir qual o alcance que este investimento garante.



O que o executivo da Live Content fez foi explicar que as marcas podem usufruir de diferentes serviços – um dos exemplos dados é o de uma empresa que pode criar uma mensagem que tem como objetivo único aumentar o número de downloads da sua aplicação móvel.



Para a maior parte das organizações seria interessante saber quantos utilizadores tem o Twitter em Portugal, e ativos de preferência, mas estes são números que não são revelados. Domingos Guimarães explica que o Twitter faz auditorias independentes aos diferentes mercados e que Portugal vai receber uma nos próximos tempos.



No entanto o CEO garantiu que o número de utilizadores do Twitter no mercado nacional já é suficiente para ter um impacto direto nas campanhas que são feitas na plataforma.



Em estilo comercial Domingos Guimarães acabou por dizer que este é um bom momento para investir em anúncios no Twitter, visto que o mercado ainda não está a ser muito explorado. Noutras ocasiões poderá vir a ser mais concorrido.



A Live Content tem o objetivo de a médio prazo tornar a plataforma de anúncios do Twitter acessível a todo o tipo de empresas e marcas num modelo self service, tendo também um foco apontado aos negócios locais.



Sobre o facto de 10% dos utilizadores ativos do Twitter serem máquinas – um valor significativo e que pode assustar potenciais investidores -, Domingos Guimarães disse não ter conhecimento dos valores, mas sabe que as capacidades de segmentação de audiências da rede social conseguem ultrapassar este tipo de problemas.



Isto porque, como diz o líder da Live Content, o “Twitter preocupa-se com a qualidade do serviço”, um mantra que a empresa portuguesa também quer garantir aos clientes nacionais que recorrerem às suas ferramentas.

Rui da Rocha Ferreira


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.