Tentando simplificar o planeamento e implementação da publicidade online, o Interactive Advertising Bureau apresentou o "Universal Ad Package", um conjunto de recomendações e sugestão de formatos para anúncios Internet, baseados no feedback dos utilizadores, testes de desempenho e outros estudos.



O “Universal Ad Package” inclui a proposta para um novo formato de anúncios de maior dimensão, assim como três outros tamanhos já anteriormente recomendados pelo bureau, também de dimensão considerável face à página Web. A proposta estabelece ainda regras para tamanhos padrão de ficheiros, formatos, duração de animações e características áudio.



Vários membros de um comité especial do IAB, onde se incluem AOL, MSN, Yahoo e CNET Networks, concordaram em adoptar o novo formato, assim como o conjunto completo de anúncios publicitários proposto pelo IAB.



Promovendo a uniformização da dimensão dos anúncios de publicidade na Internet, o IAB espera simplificar a compra e o processo de desenvolvimento criativo às agências e anunciantes, reflectindo assim mercados mais maduros como a da imprensa ou o da televisão.



O IAB está a preparar terreno para a uniformidade numa altura em que as projecções de despesas em publicidade online para o próximo ano são optimistas, mas modestas, salienta a News.com. Num estudo recente, a eMarketer previu um ligeiro crescimento anual das vendas de anúncios online, dos 6,38 mil milhões estimados para este ano, para os 6,7 mil milhões de dólares em 2003. Já a Jupiter Research prevê que os gastos em publicidade através da Internet atinjam os 6,2 mil milhões em 2003, numa subida de 11 por cento face ao valor previsto para este ano. Existem ainda outros que continuam a insistir que os declínios irão persistir durante o próximo ano.



Apesar das diferentes estimativas, a DoubleClick e a Nielsen/NetRatings
auguram um futuro risonho para publicidade online no que diz respeito aos hábitos de compra de clientes seleccionados. Os resultados de um estudo conjunto revelam que indústrias como a dos recursos humanos, computadores e equipamento de escritórios e retalho transferiram grande parte do seu investimento publicitário para a Internet no último ano.



Os anúncios rich-media, onde se incluem animações gráficas, áudio e vídeo na forma de anúncios flutuantes de página inteira que interrompem a informação requerida, parecem ser uma outra área de crescimento. Ao que tudo indica, este tipo de anúncio online terá uma parte cada vez maior do orçamento destinado a publicidade durante os próximos cinco anos, de acordo com a Jupiter Research.



Notícias Relacionadas:

2002-02-08 - Anúncios online podem melhorar eficácia de campanhas publicitárias globais
2002-05-24 - Receitas de publicidade online com queda idêntica à dos meios tradicionais
2002-01-15 - Grupo de anunciantes define novas regras para anúncios na Web

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.