No seguimento da captura do professor canadiano Christopher Neil, acusado de pedofilia, a Interpol veio a público ressalvar a importância que a utilização da Internet teve para a resolução do caso.



Ronald Noble, secretário-geral da organização referiu que a Web é uma arma valiosa na luta contra o crime e afirmou que "Interpol e os seus 186 países-membros sabem dispor das poderosas armas" que a Internet concede pelo que não vale a pena os criminosos "esconderem-se".



Christopher Neil era procurado desde 7 de Outubro, altura em que foi lançado um alerta internacional que apelava à captura do cidadão canadiano que foi identificado em imagens na Internet a abusar de crianças.



Apesar das fotos publicadas na Internet terem sido alteradas pelo próprio suspeito, que desta forma queria ocultar o seu rosto, a Interpol conseguiu "reconstruir" os ficheiros e identificar com uma certa nitidez a cara de Neil.



Após a divulgação internacional da foto começaram a chegar relatos de todo o mundo, incluindo de dois menores tailandeses que disseram que o suspeito abusara sexualmente deles há quatro anos.



O suspeito acabou por ser detido na Tailândia após as autoridades sul-coreanas e tailandesas determinarem que o suspeito apanhara um avião em Seul, Coreia do Sul, com destino ao aeroporto internacional de Banguecoque.



Notícias Relacionadas:

2007-10-16 - Identificado pedófilo alvo de alerta da Interpol

2007-10-08 - Interpol recorre à Internet para identificação de pedófilo

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.