O Irão garante que tem na sua posse um antivírus capaz de liquidar o vírus informático ontem revelado pela Kaspersky e considerado pela empresa de segurança uma ameaça sem precedentes, altamente complexa.



A informação foi avançada pelo centro de coordenação iraniano para a luta contra ameaças informáticas, numa nota onde se explica que o centro "conseguiu desenvolver um antivírus capaz de identificar e eliminar o Flame".



No comunicado divulgado pela agência France Press acrescenta-se que o antivírus está à disposição das entidades que o solicitarem. Só fica por esclarecer há quanto tempo o Irão tinha conhecimento do vírus, como o descobriu e que tipo de danos terá eventualmente causado ao país.



O Flame foi descoberto pela Kaspersky durante uma investigação. A empresa estima que o código exista desde 2010 e, embora ainda esteja a finalizar a análise à informação que conseguiu reunir, está ativo. Tem como missão a recolha de informação estratégica e é considerado a arma de ciberespionagem mais poderosa alguma vez identificada.



A Kaspersky detetou entretanto 198 infeções do Flame no Irão. Entre as vítimas estão indivíduos, empresas e organismos governamentais.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico




Cristina A. Ferreira

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.