A partir de hoje, segunda-feira, para além de encontrarem os resultados das pesquisas que levam a músicas gratuitas em formato MP3, os utilizadores do sistema online de partilha de ficheiros KaZaA vão também deparar-se com links para efectuar o download de faixas para venda nos sites das companhias discográficas e anúncios ligados a pesquisas por termos-chave, informou a C|NET.



Estas alterações devem-se à introdução do novo serviço Altnet, desenvolvido pela Brilliant Digital Entertainment, parceira do KaZaA. Contudo, esta funcionalidade nasceu já sob o signo da controvérsia, dado que no mês passado utilizadores do sistema descobriram que alguns bits do Altnet tinham sido silenciosamente instalados nos seus computadores, contendo a possibilidade de tornar os seus PCs em máquinas às ordens daquela empresa.



Inicialmente, o Altnet irá apenas fornecer os resultados das 120 milhões de pesquisas diárias do KaZaA com links para conteúdos pagos, um método baseado no modelo cada vez mais comum de pay-for-placement - pagamento por colocação de um anúncio - de empresas de pesquisa na Web, como a Overture, que é utilizado em motores de busca como o Google.



Cada utilizador que instalar o software do KaZaA irá também instalar um ficheiro que irá servir como um índice para todos os clientes do Altnet, contendo informação identificando que tipo de conteúdo esses consumidores querem partilhar e os termos-chave empregues na pesquisa que adquiriram ao sistema do KaZaA.



A partir daí, quando as pessoas procurarem na rede do KaZaA por determinados conteúdos, a pesquisa irá também verificar o ficheiro índice do Altnet. Se uma empresa cliente comprou o termo "MP3", por exemplo, poderá surgir nos três primeiros resultados de pesquisa no software do KaZaA um link para esse conteúdo da companhia. O Altnet está a pagar à Sharman Networks, proprietária do sistema online de partilha de ficheiros, pelos direitos de integrar o seu serviço no software Peer to Peer.



O objectivo do Altnet é estabelecer um elo de ligação entre as grandes companhias de conteúdos multimédia e os serviços de partilha de ficheiros, transformando as comunidades Peer to Peer em fontes de lucro. Mas para tal, o serviço terá que ultrapassar dois obstáculos: a hostilidade das empresas discográficas em relação ao KaZaA e os receios dos consumidores de violação da sua privacidade.



Actualmente, o Altnet já possui alguns clientes cujos conteúdos irão aparecer nas pesquisas do KaZaA, incluindo a produtora de jogos francesa Infogrames e a 2Ksounds. Por agora os seus conteúdos vão estar alojados em servidores centrais e não nos computadores dos utilizadores.



Os conteúdos serão protegidos pelo software de gestão de direitos digitais da Microsoft, podendo ser transferidos e desbloqueados através de uma série de formas, incluindo por via dos "micropagamentos", concebidos a partir do modelo dos cartões pré-pagos. A Altnet já estabeleceu uma relação estratégica com a produtora de software Trymedia Systems para disponibilizar tecnologia de gestão de direitos digitais e conteúdos seguros de jogos vídeo.



A segunda fase irá começar em Julho, quando um pequeno número de utilizadores com computadores potentes e ligações à Internet rápidas passarão a visualizar uma janela pop-up perguntando-lhes se pretendem juntar-se ao Altnet como pontos de distribuição, em troca de pagamentos como milhas de voo para utilizadores frequentes de aviões, estadias gratuitas em hotéis e outros produtos semelhantes.



Os utilizadores que concordarem irão efectuar o download de um pequeno software que transformará os seus computadores num nódulo de uma nova rede Peer to Peer, alojando conteúdos de empresas como a Infogrames.


Notícias Relacionadas:

2002-03-30 - Tribunal holandês de recurso autoriza que KaZaA se mantenha em funcionamento
2002-02-04 - KaZaA mantém distribuição de software apesar da proibição do tribunal
2002-01-23 - KaZaA vende software de partilha de ficheiros a empresa australiana

2001-12-01 - Kazaa obrigado a terminar violação dos direitos de autor em duas semanas

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.