A partir de março do próximo ano o governo conta avançar com uma nova Lei para a cópia privada, garante o secretário de Estado da cultura Francisco José Viegas. A informação foi avançada numa reunião com o presidente da Sociedade Portuguesa de Autores, José Jorge Letria, que publicou em comunicado os principais pontos do encontro.



Recorde-se que a Lei da cópia privada é uma reivindicação antiga do setor da cultura e tem lugar no programa de governo da coligação PSD/CDS, onde se previa a sua redação num período de seis a oito meses. Esta legislação deve introduzir uma taxa aplicável ao preço dos suportes de gravação digital, que tem por objetivo compensar a cópia legal e privada de conteúdos através destes dispositivos



O mesmo programa também prevê nova legislação de "combate às várias formas de pirataria". Neste caso o prazo previsto para a preparação de nova legislação previa um período de seis meses a um ano.



Num prazo de um a dois anos, o Governo também tenciona adaptar o Código de Autor e dos Direitos Conexos "às novas realidades do mundo digital".

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.