Os ataques informáticos têm estado na ordem do dia e os Lizard Squad voltaram a ser os protagonistas de mais um episódio. O grupo de hackers atacou este domingo o site da Malaysia Airlines e teve aparentemente acesso a alguns dados privados. A companhia aérea confirmou o ataque, mas negou ter sido roubada qualquer informação dos seus servidores.

Apesar de não ter sido conhecida a forma do ataque, o grupo, que agora se apelida de Official Cyber Caliphate, fez aparecer a mensagem '404 - Plane Not Found' quando alguém tentava aceder ao site da companhia aérea.

[caption]Lizard Squad[/caption]

Um comunicado publicado pela Malaysia Airlines no Facebook confirmou a vulnerabilidade, mas a companhia assegura aos seus clientes que "o site não foi pirateado e esta falha temporária não afeta a marcação de viagens", acrescentando que os dados permaneceram em segurança.

Contudo, uma imagem publicada pelo grupo de hackers no Twitter mostra aquilo que parecem ser os pedidos de reserva da transportadora aérea, com os dados dos clientes. Apesar de já terem encerrado cerca de 200 contas dos jihadistas no Twitter, alguns membros da comunicação social indicam o apoio dos piratas informáticos ao extremismo islâmico.

O grupo de hackers Lizard Squad já tinha sido responsável pelos ataques aos servidores da Xbox Live e da PlayStation Network no passado mês de dezembro.

Já a Malaysia Airlines volta assim a ser motivo de notícia, depois de, em julho de 2014, ter visto um dos seus aviões despenhar-se quando fazia a rota entre Amesterdão e Kuala Lumpur.

O site da transportadora aérea já está novamente ativo.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.