Metade dos inquiridos no barómetro ACEPI/Netsonda registaram um aumento de 20 por cento no número de clientes que fizeram compras no seu site durante o último trimestre do ano passado, sendo que num quinto dos sites analisados o número total de clientes compradores atingiu os 50 mil.



Catorze por cento dos 36 inquiridos revelaram ter conseguido duplicar as vendas no período e cerca de um terço dos inquiridos diz ter ultrapassado o milhão de euros em vendas online. Já 47 por cento das empresas que integram a Associação de Comércio Electrónico e Publicidade Interactiva e que responderam ao inquérito terão registado vendas acima dos 500 mil euros.



Embora as áreas de Electrónica/Telemóveis, Informática e Casa/Arte e Decoração sejam habitualmente as preferidas pelos consumidores portugueses para fazer compras online, no quarto trimestre do ano os números apurados relevam algumas diferenças.



A área de Casa/Arte e Decoração a o segmento de Bebés e Brinquedos foram os que registaram maior volume de vendas, seguido do sector de do Crédito Online/Produtos e Serviços Financeiros.



O nível de investimento dos lojistas online também aumentou, como admitiram mais de metade dos inquiridos (56 por cento), um pouco mais do que os lojistas que admitia tê-lo feito no ano passado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.