Em junho de 2016 a Google introduziu a verificação de dois fatores nos dispositivos móveis. Deste modo, a gigante norte-americana tornou mais fácil a autenticação dupla, uma vez que, formalmente, pede ao utilizador que verifique as suas credenciais de todas as vezes que inicia sessão num dispositivo estranho.

Esta nova atualização, anunciada esta semana, oferece mais informação sobre quem está a tentar entrar na conta em questão, como o dispositivo, a morada e há quanto tempo tentou o acesso à conta do utilizador. Antes, a Google só perguntava se o utilizador estava a tentar entrar noutro computador.

Explica a Google no seu blog que estas mudanças vão ser introduzidas a um ritmo gradual, seja nos dispositivos Android ou nos dispositivos iOS, não devendo, o prazo total, ser superior a três dias. Com isto, o objetivo passa por facilitar a identificação e localização de uma possível ameaça à privacidade do utilizador.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.