O prazo inicial apontava para Outubro deste ano, mas a meta não se concretizou e salta para 2009. O sistema de marcação electrónica de consultas nos Centros de Saúde e Unidades de Saúde Familiar chegará a 30 por cento da população em Março do próximo ano.




A medida, prevista no Simplex para este ano, apontava uma cobertura de 30 por cento da população até Outubro e preconizava que até final do ano toda a população beneficiasse da possibilidade de usar a Internet para marcar uma consulta e o mesmo meio ou o telemóvel para receber confirmação dos serviços. No entanto, em 2008 a possibilidade não foi além de uma realidade em quatro unidades, que testaram a eficácia do E-Agenda.




Em declarações à Lusa, o Ministério da Saúde explicou que o alargamento do serviço começará pelas Unidades de Saúde Familiar, para até final do primeiro semestre do próximo ano chegar a todos os centros de saúde.




O avanço do projecto prevê não apenas a possibilidade de marcar consultas e meios complementares de diagnóstico via Internet e outros meios electrónicos como o telemóvel mas também a hipótese para doentes crónicas de verem as suas receitas renovadas por via electrónica.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.