Já estão disponíveis online as chamadas Metas de Aprendizagem, um documento que reúne um conjunto de referências de aprendizagem que definem o que cada aluno deve saber ao fim de cada ciclo e cada ano.

A divulgação do conjunto de metas esteve prevista para o passado dia 15 de Setembro, mas a disponibilização na Internet acabou por acontecer durante o último sábado, dia 2 de Outubro.

De carácter não obrigatório, as Metas de Aprendizagem são uma novidade deste ano escolar, e pretendem ser um instrumento de apoio para os professores, que poderão usa-las na preparação das suas aulas e dos testes de avaliação.

Os pais, por sua vez, poderão consultar o recurso disponibilizado pelo Ministério da Educação para conhecer o que é que os seus filhos terão que saber no final de cada ciclo.

O conjunto de referências agora apresentadas inclui apenas o pré-escolar e o ensino básico. No próximo ano, serão divulgados os objectivos para o secundário.

Inseridas na Estratégia Global de Desenvolvimento do Currículo Nacional, delineada pelo
Ministério da Educação em 2009, as metas justificam-se porque os programas não incluem "indicações precisas quanto ao desempenho concreto dos alunos", sublinhou Natércio Afonso, coordenador do projecto, em declarações ao Jornal de Notícias.

Os professores que queiram integrar as metas na sua prática docente podem fazê-lo já este ano lectivo. Quantos vão fazê-lo e em que moldes não será fácil de avaliar, já que não está previsto qualquer mecanismo de monitorização em grande escala.

O que vai ser realizado é um processo de acompanhamento a uma amostra de agrupamentos escolares, ainda não escolhidos, com vista à monitorização da aplicabilidade das metas, de acordo com o coordenador do projecto. "Não se trata de um trabalho concluído, está aberto a contributos dos professores", acrescentou.

As metas agora conhecidas começaram a ser formuladas em Janeiro deste ano, por nove equipas de peritos. A fase seguinte é a elaboração, até ao fim deste ano lectivo, dos objectivos para o Ensino Secundário, por forma a serem aplicados em 2011/2012. A calendarização do projecto prevê que, em 2013, seja feita uma avaliação por uma entidade externa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.