A Microsoft abandonou a versão original do seu browser Edge, que por si era o sucessor do Internet Explorer e reconstruiu-o tendo como base o Chromium, baseado em open source, o mesmo motor que suporta o Chrome da Google. O objetivo da gigante tecnológica é harmonizar a experiência de navegação entre os computadores e os smartphones. Em agosto foi lançada a beta do browser para testar o navegador e torná-lo mais estável.

Com a aproximação do lançamento do browser, a Microsoft revelou também o novo design do seu logotipo. Este apresenta uma transformação do “e” numa espécie de onda do mar, com um degradê de cores entre o verde e azul escuro, provavelmente aludindo ao termo “surfar na net”.

O Edge chega no próximo dia 15 de janeiro de 2020, mas já é possível testar a versão Release Candidate. Espera-se uma maior rapidez a nível da navegação graças ao código que está na sua base, a prevenção de rastreamento online e até a introdução de um dark mode. A Microsoft tem ainda o Bing integrado no browser, prometendo o encontro mais natural do que as pessoas pesquisam, bastando escrever na barra de endereço qualquer assunto, sejam pessoas, locais, etc.

Atualização: foi adicionada a data oficial de lançamento e imagens do browser Edge.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.