Comparados com as gerações anteriores, os millennials parecem estar mais despreocupados com aquilo que se entendem como as passwords tradicionais, mas mais propensos a usar identificação biométrica, autenticação multifatorial e gestores automáticos de passwords, por exemplo, quando está em causa a sua  segurança pessoal.

Os dados são da IBM Security que acaba de divulgar os resultados do estudo Future of Identity, em que analisa as perspetivas do consumidor em torno da identidade e autenticação digitais, concluindo que hoje em dia é dada mais importância à segurança do que à facilidade no login em aplicações e dispositivos.

Em geral, os 4.000 inquiridos nos EUA, Ásia-Pacífico e Europa reconheceram os benefícios das tecnologias biométricas, como leitores de impressões digitais, scans faciais e reconhecimento de voz, para responderem às ameaças de segurança.

Atualmente 67% já estão familiarizados com a autenticação biométrica, sendo que 87% ponderam usá-la no futuro.

Enquanto 75% dos millennials estão confortáveis e disponíveis para usar a biometria, menos da metade usa passwords complexas e 41% reutilizam passwords.

Já as gerações anteriores demonstram mais cuidado a criarem passwords, mas estão menos propensas a adotarem a autenticação biométrica e multifatorial.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.