Neste inquérito sobre as intenções de voto para o próximo domingo, 27 de Setembro, participaram mais de 19 mil jovens, que elegeram José Sócrates como o candidato com o melhor perfil para Primeiro-ministro.

Surpreendentemente o treinador do Inter de Milão, José Mourinho, recolhe 22 por cento das intenções de voto. É certo que foi num campeonato à parte, mas o resultado é expressivo, principalmente se atendermos ao seu (inexistente) percurso político.

Continuando a leitura desta sondagem realizada naquela que se diz "a maior rede social para adolescentes do mundo": o Habbo, que segundo os responsáveis conta com mais de 3 milhões de jovens portugueses entre os membros, 32 por cento dos 19.751 inquiridos acredita que será o Partido Social Democrata (PSD) a ganhar as próximas legislativas. Vinte e quatro por cento dos jovens acham que será o Partido Socialista (PS) a recolher o maior número de votos.


O CDS-Partido Popular (17%) é a terceira força política com maiores probabilidades de chegar a formar governo - de acordo com os "especialistas" do Habbo - e o Bloco de Esquerda (BE) não vai além dos 7 por cento.

Mas isto é o que os entrevistados prevêem. Porque quando lhes perguntam quais as suas preferências as coisas mudam de figura. Trinta e dois por cento dos jovens que responderam ao inquérito elegem o candidato socialista como o candidato ideal, revendo-se em muitos dos seus ideais e assumindo que seria a escolha certa para continuar a liderar o país.

O segundo lugar apresenta uma disputa renhida entre Manuela Ferreira Leite e Paulo Portas. No entanto a líder do PSD leva uma pequena vantagem, arrecadando 25 por cento das intenções de voto. O candidato do CDS-PP fica-se pelos 23 por cento.

Jerónimo de Sousa (PCP) surge aqui em vantagem com relação ao líder do BE, Francisco Louçã. Onze por cento dos inquiridos gostam do estilo do líder do Partido Comunista. Louçã regista menos um ponto percentual nas preferências do eleitorado do Habbo, e se as eleições fossem hoje - e todos eles votassem - o BE não iria além dos 10 por cento.

E se existissem alternativas....

Mas a sondagem também procurou as alternativas mais apreciadas aos candidatos convencionais. De uma lista integrando nomes de figuras públicas de diversos quadrantes da sociedade portuguesa, o candidato a governante do país mais votado foi o treinador de futebol José Mourinho. Em segundo lugar na lista de candidatos improváveis - e com uma pequena diferença - surge o comediante Ricardo Araújo Pereira, que conta com 21 por cento das intenções de voto.

Em terceiro lugar, com uns distantes 17 por cento, aparece o também comediante Bruno Nogueira, seguido de perto pela jornalista Manuela Moura Guedes (16%). A lista conta ainda com nomes como Herman José (12%), Cinha Jardim (6%) e Marcelo Rebelo de Sousa (5%).

O inquérito teve lugar durante entre as 00:00h e as 24:00h de segunda-feira, 21 de Setembro. Não foram fornecidos dados quanto às idades dos entrevistados, mas o serviço é "recomendado para maiores de 13 anos", como o próprio site indica.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.