A rede social Myspace chegou a acordo com três das principais editoras discográficas para passar a disponibilizar uma oferta musical no seu site. A plataforma da News Corp associou-se assim à Universal Music Group, à Sony BMG Music Entertainment e pela Warner Music Group para passar a disponibilizar vídeos e músicas de artistas ligados a estas empresas.



De acordo com a Reuters, o novo serviço terá o nome de MySpace Music e estará integrado na rede social. A sua participação no mercado concorre directamente com o iTunes, da Apple, e pauta-se pela oferta de streaming de músicas e videoclips, descargas pagas de MP3, venda de bilhetes para concertos, toques para telemóveis e merchandising.



Todas as empresas envolvidas têm, naturalmente, uma participação nesta iniciativa. De estranhar é a exclusão da EMI, a quarta maior discográfica de todo o mundo.



Uma fonte próxima das negociações declarou à Reuters que "está a ser criada uma estrutura económica em torno do MySpace, um esforço que pode desencadear uma MTV de nova geração".



As companhias discográficas envolvidas neste projecto já mantêm conversações com o MySpace há algum tempo. Contudo, um processo judicial por violação de direitos de autor, de 2006, que opunha a rede social à Universal acabou por ser um obstáculo a esta iniciativa.



Notícias Relacionadas:

2008-03-25 - Sony planeia tarifa plana para downloads de música ilimitados

2006-11-20 - Protecção de direitos de autor leva Universal Music a processar MySpace

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.