O MySpace vai submeter-se a inspeções periódicas às políticas de privacidade do site durante os próximos 20 anos. A medida faz parte de um acordo assinado entre a rede social e o regulador norte-americano, avança a Associated Press.

Tal como o Facebook ou a Google, também o MySpace foi alvo de uma investigação relacionada com as práticas do serviço em matéria de privacidade e o resultado não foi favorável à rede social.

A Federal Trade Comission (FCT) considerou que o site falhava na obrigação de informar de forma clara os utilizadores a respeito das suas políticas de privacidade, numa decisão que ficou conhecida esta terça-feira.

De acordo com a entidade, embora o MySpace garantisse aos utilizadores que não partilharia com terceiros quaisquer informações que identificassem os seus clientes, forneceu aos anunciantes números de "Friend ID" (que permitem identificar os utilizadores).

Isso possibilitou aos anunciantes aceder a informação que os membros da rede social disponibilizam como pública, o que muitas vezes inclui nomes completos e, em última análise, pode ajudar as empresas a determinar alguns dos padrões de navegação Web dos utilizadores.

Com o acordo anunciado hoje, o MySpace comprometeu-se a não voltar a deturpar as suas políticas de privacidade e a implementar um programa abrangente de privacidade, submetendo-se a inspeções regulares por entidades independentes durante os próximos 20 anos.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Joana M. Fernandes

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.