Quantos sites costuma visitar que disparam vídeos automáticos, seja de publicidade ou conteúdos relacionados com o que está a consultar, tornando-se intrusivos e incomodativos? Muitas vezes nem se consegue perceber onde estão localizados na página. Pois bem, finalmente o Chrome vai retirar o som dos vídeos por defeito quando estes arrancam.

A atualização do browser, Chrome 66, vai ajustar-se automaticamente à navegação dos utilizadores, ou seja, cada vez que visitam um site no passado, se nunca ativarem o som, nos próximos acessos estes continuarão “calados”. Mas se têm por hábito ouvir os vídeos de uma página, o sistema irá ter isso em conta no futuro, como por exemplo, a navegação no Youtube. O ajuste é feito pelo sistema Media Engagement Index, que mede a propensão do utilizador em consumir multimédia em determinado site.

O Media Engagement Index é determinado face a algumas variantes, entre elas, o consumo de multimédia (áudio/vídeo) tem de ser mais de sete segundos, o áudio tem de estar ligado, a janela do vídeo tem de estar ativa e o tamanho do mesmo terá de ser superior a 200x140.

É possível consultar as variantes do Media Engagement da sua navegação escrevendo “chrome://media-engagement” no endereço do Chrome.

Na versão atual, Chrome 64, foi introduzido a opção de mute manual, clicando na zona de segurança (na barra de segurança) e alterando as definições de privacidade. O novo sistema será mais dinâmico e inteligente mediante a navegação do utilizador.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.