Uma nova rede de pirataria infantil foi desmantelada em Espanha, numa operação que envolveu a Brigada de Investigação Tecnológica e a Guardia Civil e que resultou na identificação de 44 consumidores de pornografia infantil.



A operação, que as autoridades espanholas consideram a maior de sempre realizada naquele país, visou 30 províncias do país vizinho e permitiu confiscar vários equipamentos e ficheiros de "pornografia infantil muito dura", classificam as autoridades.



A grande maioria dos conteúdos apreendidos envolve jovens com idades inferiores aos 13 anos, que à luz da legislação espanhola dá direito a uma pena de prisão entre os quatro e os oito anos.



De acordo com notícias veiculadas pela imprensa espanhola a operação Santiago, nome de código, é o culminar de uma investigação realizada em várias países e que permitiu identificar mais de 1300 pessoas em todo o mundo, suspeitas de ligações à mesma rede.



Notícias Relacionadas:

2007-09-19 - Criação de filtro anti-pedofilia analisada por 11 autoridades europeias

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.