A RSA, divisão de segurança da EMC, publicou os dados da análise mensal sobre ataques de phishing a entidades financeiras relativos ao mês de Junho. De acordo com os números obtidos, estas ameaças continuam a aumentar e afectaram 191 bancos a nível mundial durante o referido mês.



Os valores registados representam um aumento de 11,7 por cento face ao mesmo mês de 2006 e acrescenta às vítimas ameaçadas no ano passado 36 novas entidades que nunca tinham sido alvo deste tipo de ataques.



O relatório indica que os bancos norte-americanos, do Reino Unido e do Canadá são os principais alvos de ataque, seguidos das instituições bancárias espanholas. Portugal não consta da lista publicada pela RSA.



Depois de Março deste ano e de Dezembro de 2006, Junho foi o mês em que se observou maior número de bancos afectados pelo phishing. Segundo a RSA, este crescimento é preocupante e deve-se a um novo método de instalação automática de sites maliciosos, capazes de criar páginas fraudulentas em poucos segundos.



Esta técnica mostra os contornos que as estratégias de ataque estão a tomar e, pelas estimativas da RSA, poderá vir a ser responsável pela continuação do aumento da taxa de sucesso dos ataques.




Notícias Relacionadas:

2007-02-07 - Clientes de quatro bancos portugueses ameaçados por novo ataque phishing

2007-01-02 - Ataques de phishing aumentam 56 por cento em 2006

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.