Em pouco mais de um ano, o site Linha Alerta tem vindo a conquistar espaço como plataforma para a denúncia de crimes na Internet. O serviço contabilizou 1,226 denúncias no segundo semestre do ano passado e 1,336 denúncias desde o início de 2008 até Agosto. Em média, são recebidos 167 casos novos por mês, a maioria relacionados com pedofilia.

Segundo o jornal O Público, as denúncias foram sujeitas a triagem e 20 por cento seguiram para análise por suspeita de ilegalidade. Luís Magalhães, presidente da Agência para a Sociedade do Conhecimento, do Ministério da Ciência e do Ensino Superior (UMIC), refere à mesma fonte que apenas um quinto dos casos são analisados porque, do total reportado, muitos não são ilegais, mesmo que "possam chocar algumas pessoas", como é o caso dos sites de pornografia.

Depois deste passo, sobram 37 denúncias de crimes por mês. Cerca de 23 acabam nas mãos da Polícia Judiciária.

Os casos relacionam-se quase sempre com pedofilia, situações de xenofobia e racismo e, na sua maioria, referem-se a sites que estão alojados no estrangeiro. Destes casos, apenas 8 por cento se prendem com canais nacionais.

O Linha Alerta é um site que faz parte da iniciativa Internet Segura, que abrange ainda o Seguranet, e é co-financiado pela Comissão Europeia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.