Diversas contas do Twitter verificadas (assinaladas com um marcador azul) de personalidades famosas e entidades públicas foram vítimas de hacking, sendo depois modificadas pelos piratas para um perfil que simula o patrão da Tesla e SpaceX, Elon Musk. O objetivo era promover mensagens pagas na rede social, a fim de alcançar o máximo de utilizadores possível, para divulgar esquema fraudulento relacionado com criptomoedas.

Segundo adianta o BBC, entre as vítimas constam nomes ligados à indústria da moda britânica, distribuidores de filmes e livros, cujas contas foram depois modificadas com uma foto de perfil e descrição do magnata. As contas identificadas já foram, entretanto, devolvidas e as mensagens apagadas.

Entre as mensagens divulgadas constavam ofertas de Bitcoin por Elon Musk, em forma de agradecimento pelo apoio após ter deixado o cargo de diretor da Tesla. No entanto, para participar no “giveaway”, os utilizadores tinham de clicar num link que os transportava para uma página, onde era requerido uma “taxa” de participação no valor entre 0,1 a 1 Bitcoin, valendo entre 491 a 4.491 libras. Em troca, as vítimas do esquema receberiam entre 1-10 Bitcoins, respetivamente.

tek elon musk

Ao utilizar contas verificadas no esquema, as pessoas acabam por ser distraídas pelo símbolo azul, um sinal de autenticidade do perfil na rede social, levando as vítimas do esquema a não repararem em outros detalhes claros de burla. Entre eles, os erros ortográficos do texto ou mesmo a identidade única no Twitter, que neste caso seria @elonmusk e não @patheuk, como estava registado nas mensagens.

E para dar o toque final no esquema fraudulento, os hackers utilizaram diferentes contas roubadas, igualmente autenticadas, para interagir entre si, simulando a troca de mensagens públicas de como tinham seguido as instruções e amealhado as Bitcoins de Elon Musk.

tek elon musk

Não é a primeira vez que o nome do patrão da Tesla é utilizado em esquemas relacionados com criptomoedas no Twitter. Em fevereiro, havia “distribuído” Ethereum para comemorar o lançamento bem-sucedido de um Falcon 9 no espaço.

Em declarações à BBC, a rede social revelou que melhorou substancialmente a forma de detetar esquemas ligados a criptomoedas, introduzindo ferramentas para impedir a propagação das atividades ilegais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.