A Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária deteve um homem por burla informática e falsificação de documento, em flagrante delito. O homem de 21 anos usava uma entidade falsa para fazer compras na Internet e pagava recorrendo a dados de cartões bancários também de terceiros.

Em comunicado, a Policia Judiciária revela que as plataformas online de comércio electrónico usadas pelo homem de origem sul-americana eram na maioria portuguesas. Entre as compras realizadas estão vários tipos de mercadorias e viagens de avião.

"A detenção efectuada enquadra-se em acções que têm vindo a ser planeadas para combater o crescente aumento de fraudes praticadas através da Internet com este modus operandi", admite a PJ que fez a detenção na região de Lisboa. Durante a detenção do homem foi apreendido material informático, dinheiro, telemóveis e documentação

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.