Com o objetivo de aproximar ainda mais os consumidores das marcas, o Portal da Queixa vai lançar aquilo que define como “a primeira rede social de grande dimensão totalmente desenvolvida em Portugal”.

A principal novidade será a partilha da atividade em “feed”, facilitando aos utilizadores a consulta das suas reclamações e das ações desencadeadas no seu tratamento – sejam elas respostas, alterações de estado ou avaliações de satisfação.

Para o CEO e Founder Pedro Lourenço, esta etapa no percurso do Portal da Queixa representa “um enorme avanço tecnológico”, acrescentando que “as alterações pretendem facilitar a gestão das marcas às mais de 400 reclamações recebidas diariamente, agilizando a relação dos consumidores com as marcas na resolução dos seus problemas de consumo”.

Vítor Vilela, CTO do Portal da Queixa, revela que 98% dos consumidores navegam na plataforma para obter informações sobre as marcas. Nesse sentido, esta reformulação terá como grande desafio “dar toda a informação que os utilizadores procuram no menor tempo possível”.

O Portal da Queixa é visitado mensalmente por um milhão de consumidores portugueses e reúne mais de 350 mil utilizadores registados. Um inquérito de 2018 revelou que a maioria dos portugueses já fez uma reclamação na plataforma.

O passo seguinte será replicar a nova plataforma para os mercados europeus. Para Pedro Lourenço, “depois de consolidar o seu posicionamento no mercado nacional como um case study” esse passo seria “a materialização de um projeto global com origem totalmente portuguesa”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.