Grécia, Finlândia e Itália são alguns dos países europeus mencionados na edição de 2012 deste relatório, que analisa as realidades naqueles mercados relativamente a aspetos como a existência de legislação na área dos direitos de autor e o seu cumprimento.

O 301 Report divide o conjunto de "países faltosos" em listas diferentes, entre elas um grupo de "intervenção prioritária", do qual fazem parte, este ano, a Argélia, Argentina, Chile, China, India, Indonésia, Paquistão, Federação Russa, Tailândia e Venezuela.

No grupo "Watch List" de 2012 estão 30 países, entre os quais então a Grécia, a Finlândia e a Itália, além do Brasil ou do Canadá, com os relatórios referentes a cada um a mostrarem estatísticas e casos concretos que ilustram a realidade dos direitos de autor nesses mesmos mercados.

A lista é liderada pela Ucrânia, um país onde os níveis de pirataria têm crescido exponencialmente nos dois últimos anos, "com o surgimento de sites (…) que têm prejudicado o mercado nacional e internacional de conteúdos ", refere a International Intellectual Property Alliance (IIPA), responsável pelo relatório.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.