As conclusões são tiradas do mais recente relatório da Akamai, relativo aos três primeiros meses de 2017, que coloca Portugal no 36º lugar da tabela mundial.

Segundo o State of the Internet Report, entre janeiro e março último a velocidade média de acesso foi de 12,6 Mbps, 2,5% acima do valor registado no trimestre anterior, quando ocupava a 30ª posição no ranking mundial, mas 1,9% abaixo do conseguido um ano antes.

A maior velocidade registada foi de 66,9 Mbps, melhor do que os 54,7 Mbps observados entre outubro e dezembro de 2016.

Sobre o mundo inteiro, o relatório da Akamai revela que a velocidade média de acesso à internet foi de 7,2 Mbps, o que representa um crescimento de 15% face a igual período do ano passado.

 

A Coreia do Sul continua a ter a internet mais rápida do mundo, com as velocidades a rondarem em média os 28,6 Mbps. A Europa toma conta dos restantes lugares do pódio, com a Noruega a 23,5 Mbps e a Suécia a 22,5 Mbps. No top 5 seguem-se Hong Kong (21,9 Mbps) e Suíça (21,7 Mbps).

Já na banda larga móvel lidera o Reino Unido com uma velocidade média de 26Mbps. Em segundo lugar está a Alemanha, com 24,1Mbps, e em terceiro surge a Finlândia, com 21,6Mbps. Portugal surge bem abaixo, com uma velocidade média de 6,9Mbps.