O Google Reader fechou oficialmente no primeiro dia do mês de julho mas a tecnológica norte-americana decidiu conceder mais duas semanas aos utilizadores para que pudessem guardar os dados e informações que estão associados às contas Google. O prazo termina hoje, 15 de julho, às 20 horas.

Depois desta data e horário todos os dados vão ser eliminados de forma irrevogável, ou seja, nunca mais podem ser recuperados.

Os leitores que estiverem interessados em guardar os dados do Reader devem recorrer ao Google Takeout, um serviço especializado na recuperação de dados das ferramentas Google. Depois basta selecionar o Reader, criar o arquivo e descarregar o ficheiro .zip que vai ser formado:

[caption]Reader[/caption]

[caption]Reader[/caption]

Na página do que resta do Google Reader a tecnológica norte-americana faz questão de salientar que não será de todo possível recuperar os dados no futuro. A informação do arquivo inclui a lista dos contactos e sites que o utilizador seguia, notas que criou e páginas que tenham sido guardadas para leitura posterior.

O Google Reader esteve em funcionamento desde 2005 e apesar de a gigante dos motores de busca admitir que o serviço tem uma base leal de utilizadores, a taxa de utilização tem diminuído de forma significativa e por isso é que foi incluído numa das típicas limpezas de primavera da tecnológica.

Se ainda não escolheu um novo serviço de feeds e leitor RSS pode sempre visitar a Montra TeK onde são sugeridas algumas alternativas ao Google Reader.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.