Há vinte anos, no dia 1 de Janeiro de 1983, a ARPANET, rede informática do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, deixou oficialmente o protocolo NCP para passar a usar o protocolo TCP/IP, de acordo com Vinton Cerf, co-inventor desta
especificação de transmissão de dados.

O protocolo TCP/IP permitiu a coexistência de várias redes informáticas e a introdução, desenvolvimento e expansão de aplicações como a World Wide Web. Por isso, alguns especialistas consideram que é responsável por ter tornado a Internet naquilo que ela é hoje em dia, comemorando também nessa data o aniversário do nascimento da Rede de redes.

Contudo, é geralmente aceite que o nascimento da Internet remonta ao dia 2 de Setembro de 1969, quando a própria ARPANET foi criada. Esta rede serviu de protótipo para o que veio a ser a Net dos dias de hoje. A ligação original foi estabelecida entre dois computadores da universidade de Califórnia, em Los Angeles, através de um cabo de 4,5 metros.

Nesses primeiros anos, o protocolo não permitia que computadores que não pertenciam à ARPANET se ligassem, tal como acontece hoje em dia com a America Online e outras redes empresariais privadas. Mas, permitiu evidenciar as capacidades da comutação de pacotes, a técnica segundo a qual os dados podiam ser inseridos em pequenos pacotes e reintegrados no local de destino, dando à Internet a sua versatibilidade.

Por ocasião do 30º aniversário da criação da ARPANET, um grupo de gurus e analistas da Internet reuniu-se numa propriedade privada de Atherton, um subúrbio de São Francisco, na Califórnia, para celebrar essa data
especial.

Notícias Relacionadas:
2001-10-07 - Primeiro
email foi enviado há "cerca" de 30 anos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.