As vendas de publicidade online cresceram ligeiramente no terceiro trimestre de 2002 face aos três meses anteriores, mas as receitas globais permanecem abaixo do verificado em 2001, de acordo com os resultados de um estudo recente do Interactive Advertising Bureau (IAB).



A publicidade através da Internet nos Estados Unidos registou 1,47 mil milhões de dólares em receitas, num crescimento de um por cento comparativamente ao valor apurado nos três meses anteriores, marcando o primeiro crescimento em seis trimestres. Contudo, o valor é representativo de uma queda de 18 por cento face aos 1,79 mil milhões de dólares registados em período homólogo de 2001, salienta o IAB.



Estes números foram apresentados no mesmo dia em que a London Business School revelava as suas previsões de crescimento para 2003 relativamente à mesma indústria, mas a nível internacional.



No global, espera-se que os anunciantes apostem mais na Internet em 2003 face aos meios tradicionais, quando o estudo indica que os gastos em publicidade através da Internet aumentarão dos 6,1 por cento de 2001, para os sete por cento em 2003.



A London Business School determinou previsões de investimento para os cinco maiores mercados mundiais - o norte-americano, o alemão, o japonês o inglês e o francês - baseando-se no inquérito a 700 executivos de empresas cujos gastos anuais em marketing (sejam em publicidade tradicional ou interactiva, mail directo, relações públicas, etc) ultrapassem o milhão de dólares.



Os gastos totais em marketing deverão aumentar 3,3 por cento entre 2002 e 2003. O Reino Unido irá liderar este investimento a nível mundial, com um crescimento de 5,3 por cento de um ano para o outro, seguido dos Estados Unidos, com um aumento de 4,4 por cento. Ao contrário, os gastos em marketing efectuados no Japão sofrerão uma queda de 1,5 por cento no mesmo período.



Nos Estados Unidos e no Reino Unido, as despesas com a publicidade interactiva registarão uma grande subida no próximo ano, prevê a London Business School, já que os anunciantes vêem nesta forma de publicidade um meio efectivo e de custo reduzido. De 2001 a 2003, os anunciantes norte-americanos irão aumentar em cerca de 25 por cento os seus investimentos na publicidade online enquanto se prevê que no mercado britânico o crescimento seja de 47 por cento.



Notícias Relacionadas:

2002-02-08 - IAB revela plano para simplificar publicidade online
2002-02-08 - Anúncios online podem melhorar eficácia de campanhas publicitárias globais 2002-05-24 - Receitas de publicidade online com queda idêntica à dos meios tradicionais

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.