O novo mapa judiciário reduziu a 23 o número de comarcas, num processo que obrigou à transição eletrónica de mais de 3,5 milhões de processos judicias e que nos últimos dias tem mantido falhas no sistema informático que dificultam a sua utilização.



O Diário de Notícias escreve hoje que quase dois milhões de processos continuam inacessíveis a advogados, juízes, procuradores e funcionários judiciais. Estão já operacionais, para consulta, 1,8 milhões de processos.



A indisponibilidade do sistema tem obrigado ao recurso a métodos alternativos de troca de informação, como o correio ou o fax, relatava no início da semana o Público.



O responsável do Instituto de Gestão Financeira e de Equipamentos da Justiça disse esta semana ao mesmo jornal que os erros sucessivos na introdução de dados no sistema informático são uma das principais explicações para as falhas que o CITIUS tem registado após a migração. O mesmo responsável adiantou que só em Portimão foi necessário corrigir 600 mil erros.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.