As vendas dos retalhistas norte-americanos através da Internet aumentaram 15% em 2012 comparativamente com o ano anterior. As receitas atingiram os 186 mil milhões de dólares e representaram o melhor crescimento desde o colapso financeiro em 2008.

Os últimos três meses do ano passado constituíram o melhor trimestre de sempre com as receitas a totalizarem 56,7 mil milhões de dólares. Esta foi a primeira vez que o comércio online dos retalhistas dos EUA ultrapassou a barreira dos 50 mil milhões de dólares.

As subscrições e a compra de conteúdos digitais foram os bens mais vendidos, seguidos pela eletrónica de consumo e pelos brinquedos. O aumento deveu-se também a um crescimento de 6% no número de compradores online e de 8% na quantidade de dinheiro gasto por cada internauta.

Os números compilados pela comScore revelam ainda que os últimos três meses de 2012 representaram o 13º trimestre consecutivo em que o ecommerce nos retalhistas registou uma evolução positiva e que desde 2010 foi sempre superior a 9%.

"Ficou claro que o canal de venda online conquistou os consumidores norte-americanos e a confiança vai aumentar com a distribuição de produtos com preços mais baixos, mais conveniência e seleção. O único fator penoso deste ano excecional para o ecommerce foi a época festiva que ficou abaixo das expectativas iniciais", comentou o presidente da comScore, Gian Fulgoni.

Escrito ao abrigo do novo Acordo
Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.