Os dois avançados, do Real Madrid e do Barcelona, vão no evento que amanhã se inicia representar as respetivas seleções de Portugal e da Argentina. O interesse a nível mundial sobre a mais emblemática das competições globais da modalidade colocam-nos no centro das atenções e aos utilizadores mais distraídos em maior risco.



O nome dos dois jogadores deverá ser dos mais usados para veicular mensagens e conteúdos com malware que esconderão tentativas de ataques informáticos. Apenas a algumas horas do início do Mundial recordamos os detalhes da lista recentemente publicada pela McAfee, para que se mantenha atento e longe de problemas de segurança.



Os conselhos a seguir são os habituais. Deve estar atento e mensagens e conteúdos relativamente aos quais não conhece a origem e desconfiar sobretudo dos vídeos apelativos que vão surgindo online sobre os jogadores, mas também das aplicações de oferecem proteções de ecrã com imagens dos craques.



Se os conteúdos sobre Ronaldo e Messi lideram este Red Card Club, um leque alargado de outros jogadores (sobretudo europeus ou a jogar em campeonatos europeus) apresentam um potencial de risco igualmente elevado.



Iker Casillas, Neymar, Karim Ziani, Karim Benzema, Paulinho, Edinson Cavani, Fernando Torres, Eden Hazard, e Gerard Piqué figuram da mesma lista. Estão entre os nomes mais prováveis para devolver malware numa pesquisa online.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.